Quando se fala em estruturas de concreto, não basta areia, cimento, água e pedras britadas. Um elemento que necessariamente está presente são os vergalhões.

Os vergalhões são estruturas cuja função é manter, dar segurança e suporte e oferecer um reforço adequado às mais diversas estruturas de concreto.

Os tradicionais são feitos de aço, mas novas tecnologias têm oferecido vergalhões mais resistentes, com menor corrosão e que oferece mínimo desgaste com o passar dos anos – ou mesmo, décadas. 

O importante, nesse momento, é entender que os vergalhões são essenciais para reforçar estruturas. Portanto, independente de qual for o uso, é extremamente importante que o material tenha qualidade. 

Isso porque, basicamente, ele pode comprometer a obra. O vergalhão precisa suportar, sem deformidades permanentes, as cargas calculadas no projeto.

Agora, vamos falar do tema principal proposto para esse post: três formas de utilização dos vergalhões.

Acompanhe o texto até o final e compreenda em quais estruturas os vergalhões estão e qual a importância de sua presença nas obras.


Em estruturas de rodovias, pontes, viadutos e túneis

Vergalhões são utilizados, muitas vezes, para a construção de rodovias. Eles são necessários em uma etapa mais inicial, para a base estrutural.

Isso acontece especialmente quando o terreno em que a obra será realizada é mais úmido. Um exemplo de locais assim são as áreas próximas a mangues.

Combinados com outros materiais, os vergalhões ajudam a isolar melhor a área úmida da camada mais superior, onde passarão carros e caminhões.

Outro uso comum – e primordial – dos vergalhões são nas obras de pontes, viadutos e túneis.

Em geral, obras de pontes, viadutos e túneis, são muito grandes. Para a sustentação de tantas toneladas – de concreto da própria obra -, os vergalhões precisam estar presentes e terem ótima qualidade de constituição.

Além disso, é necessário que pontes e viadutos sejam projetados de maneira que ofereçam suporte suficiente para aguentar as pesadas cargas que passarão nessas estruturas depois de concluídas.

É nesse sentido que os vergalhões e o concreto a serem utilizados precisam formar um material robusto, que resista ao tempo e, especialmente, dê segurança para o trânsito de veículos de pequeno e grande portes.


Em pisos e contrapisos

Os vergalhões não necessariamente estão presentes nas estruturas de piso e contrapiso. Porém, quando utilizadas – como malhas -, são extremamente interessantes para reforçar essas estruturas.

Os vergalhões são recomendados no caso de necessidade de aumento da resistência. Além disso, o piso se torna mais duradouro.

Outro ponto positivo do uso dos vergalhões em pisos e contrapisos é a diminuição considerável da possibilidade de formação de trincas. Com o tempo, as trincas comprometem as estruturas.

Obviamente que os vergalhões não fazem o trabalho sozinhos. A proporção do concreto e a compactação também precisam ser respeitadas, conforme um pedreiro ou um mestre de obras experientes.

O importante, aqui, é que a malha de vergalhões precisa estar posicionada corretamente para que o piso ou o contrapiso tenham maior durabilidade.

Ela precisa ser colocada como um sanduíche: no meio de duas camadas de concreto.


Em estruturas de concreto

Em qualquer obra de construção civil, os vergalhões fornecem a estruturação mecânica. Isso acontece em lajes, fundações, pilares, vigas e demais estruturas de concreto.

A estrutura do concreto armado – que resulta do uso do concreto mais o uso de vergalhões – precisa resistir a vários “esforços”.

Para a construção de vigas e pilares, por exemplo, é indispensável o uso desses dois elementos combinados.

A união dos dois funciona pois cada um desempenha um papel diferente e complementar.

Enquanto o vergalhão deve oferecer resistência a um primeiro esforço, a tração; o concreto resiste ao segundo esforço, que é a compressão.

A espessura do vergalhão, assim como seu tipo, dependerão de qual peça será feita, dos cálculos baseados na carga que ela precisará suportar e em outras questões técnicas bastante específicas – das quais o engenheiro civil deverá se encarregar.


Novas tecnologias

Como já falamos anteriormente, no início do texto, os vergalhões mais conhecidos são os fabricados com aço.

Tradicionais no mercado mundial, são os vergalhões ainda majoritariamente utilizados na construção civil nacional.

Mas há novidades no mercado. Um tipo de vergalhão que tem trazido muitas vantagens à construção civil é o produzido em fibra de vidro.

A boa notícia é que os vergalhões de fibra de vidro oferecem mais resistência – de 2,5 a 3 vezes mais – e são consideravelmente mais leves do que os vergalhões de aço. 

A durabilidade é outro ponto positivo. Como não sofrem corrosão, como os de aço, eles resistem por mais tempo. 

Além disso, eles podem ser produzidos conforme a necessidade da obra, reduzindo, consequentemente, os custos. A economia é ainda maior já que a entrega também se torna mais barata.

Por fim, o mais interessante: os vergalhões de fibra de vidro já são utilizados e mostram seu valor em todo o mundo desde a década de 1980. 

E agora, com a instalação da Composite Group Brazil, a construção civil ganha ainda mais uma possibilidade, confiável e tecnológica, no mercado nacional.